segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Meu manual de instruções

Preciso encontrá-lo. Se é que eu tenho um. Sei que não parece ser tão complicado assim, mas, às vezes nem eu me entendo...
Meu melhor amigo, uma vez, me deu um conselho: "fingir que sou duas pessoas". Para dividir e simplificar minhas emoções, no começo até que estava dando certo, tudo que eu não gostava em mim fazia parte da Jéssica, e tudo que eu queria ser e que ia conquistando aos poucos eram a Tina.
Eu me baseava nisso para melhorar cada vez mais, comigo mesma e com os outros. Não diria que deu exatamente certo, mas, com esse meu amigo deu.
É por isso que é tão complicado entender as pessoas, são umas muito diferentes das outras, cada pessoa tem um modo diferente de expressar o que sente. Garotas com TPM não ficam todas stressadas, eu por exemplo choro pakas e fico depressiva, mas, não recorro para o chocolate.
Algumas pessoas quando sentem ciúmes ou se incomodam com a opinião e a maneira de agir de alguém explodem, outros, já guardam tudo para si mesmos até explodirem internamente.
Todos nós, querendo aceitar isso ou não, temos conflitos internos, sejam eles dúvidas, incertezas, mudanças ou dupla personalidade. E cada um reage do seu jeito, uns se deprimem (meu caso), outros brigam com o mundo, outros tentam fingir que não se importam, mas, se drogar ou beber para esquecer é se importar.
O importante é que sempre chega uma hora que você para e pensa: "O que estou fazendo? Como isso pode me ajudar?".
Eu comecei falando sobre mim e acabei falando de todos, mas, é que me ajuda pensar que não sou a única que não tem manual de instruções.

4 comentários:

CooKie disse...

é realmente complicado entender as pessoas...

Jéssica Marques disse...

è.. Mas eu acho interessante tentar ;)

Cabeça de Abóbora disse...

é um jeito diferente de tentar decifrar a vida, com certeza, mas eu teria medo de me perder no final.
muitas pessoas acham que tem duas Claudias diferentes em mim, e eu odeio isso.
eu me comporto diferentemente na escola, com meus amigos e em casa.
mas o que eles não entendem é que é sempre a mesma Claudia, só que sob perspectivas diferentes.

Jéssica Marques disse...

Ahããm.. Então, foi por isso que eu disse, são teoria que na pratica não funcionam com todo mundo, as pessoas são diferentes, cada uma tem seu próprio jeito de pensar e agir, cabe a cada um de nós nos desobrirmos para sabermos quem REALMENTE somos ;)