sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Minha janela


Da minha janela eu vejo o céu. Dela eu vejo também o mar. Um farol. Os pássaros que se alimentam. E os que simplesmente voam para não se sabe onde. Da minha janela eu vejo a noite. As estrelas. A lua minguante. Da minha janela eu vejo o dia. O brilho do sol. Sinto a maresia. Dela eu posso te observar. Sei quando você vai passar. Minha janela é simples. Pequena. Sem valor. Minha janela é o nada. É o tudo. Não é bonita. É escondida. Em um canto de minha casa. Bem no centro do meu quarto. Não trocaria, com certeza, não trocaria minha janela por nenhuma desse mundo. Da minha janela, eu vejo o céu.

6 comentários:

Bê Matos disse...

Vou roubar sua janela pra mim, Tina.

Lindo. :)
Meu beijo.

Tina disse...

skakskaks ;
Ah! Nãão.. Essa é minha, arruma uma p. você Raam ;x

skaksak [ Zueeeeeeeei p=

Beijo

Nine disse...

O céu é um encanto...
um dia vou ser ele!!!

beijos

- Ingrid disse...

Ah Tina, seus textos são lindinhos demais *o*

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Oi! Tem um selo pra você no meu blog, certo?
Bjokas*

Tina disse...

Valeeu pelo selo ;)
Vou lá conferiir ..

Beeijo