sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Muitos de nós, principalmente os jovens, que moram em cidades pequenas MORREM de vontade de conhecer, viver em cidades grandes.
É que a vida no campo, ou simplesmente em uma cidadezinha pequena e simples pode ser MUITO monótona e chata.

Mas, hoje me peguei pensando, depois de todo esse tempo sempre querendo cada vez mais morar bem no meio da agitação de uma megalópole, que eu, na verdade, gosto mesmo de viver aqui.
Minha cidade é Andirá, cidadezinha MÍNIMA... Confesso que hoje eu gosto dela, aprendi a gostar.
Aqui onde todos se conhecem, onde tudo é perto, fácil, acessível.
Tá! Aqui não tem nem shopping, muito menos faculdade, não tem nenhuma boate nem um barzinho legal e decente mas, é delicioso viver aqui!
Viu só que campanha?
Eu com esse meu jeito seria incapaz de viver em uma cidade onde ninguém conhece o próprio vizinho, onde é preciso pegar três ônibus e um trem para ir para o colégio.Cheia de trânsito, barulho e tudo o mais.
Nossa! Na minha casa eu ainda acordo com barulho de passarinho!

2 comentários:

Luana Andrade disse...

É delicioso apreciar e apaixonar-se por detalhes (como o canto de passarinho). Esta idealização de mudar de ritmo, cidade, trânsito e movimento é mais que uma necessidade, fuga talvez... Tornar-se célere, anônima em um centro comercial gigantesco pode ser um sonho alheio. Resta-se compreender. Boa reflexão Jess. Beijo sonoro.

Luana A.

Tina disse...

É, concordo contigo, Lu.
Minha mais nova amiga de confessionário!

:D