quarta-feira, 25 de agosto de 2010

"Sexo...

...vem dos outros,
E vai embora
Amor vem de nós,
E demora."
   
                                                                             Rita Lee

Eu penso, penso e não chego a conclusão nenhuma, isso é um pouco raro para mim. Não é que eu esteja me gabando, ou dizendo que sempre após um longo momento de meditação sei exactamente o que está acontecendo, só digo que dessa vez é diferente. Nós sempre nos demos muito bem, e continuamos assim, só que algo me diz que tem alguma coisa acontecendo. Às vezes parece que essa "coisa" vem de dentro de mim, como se eu a tivesse criado, um tipo de monstro que cresce e me domina, me faz imaginar e pensar coisas que não deveria. Outrora, penso que, de verdade, já não posso suportar a loucura deste mundo, e tenho medo de virar um deles.
Pode ser que ninguém entenda este texto, porque estou misturando os assuntos: meu namoro, meu eu interior, minha sociabilidade, ou falta dela. É que eu precisava desabafar, e encontrei um tempo nesses dias tão corridos, aproveito, adicionando mais um assunto, para pedir desculpas aos meu poucos leitores, por não ter escrito mais, como já disse, ando meio ocupada para fazer o que gosto.
Peço também, mil desculpas para a Giovanna Cobuccio, do Chicletts, por ter mudado meu layout, não consegui me acostumar com o outro...

2 comentários:

Natália disse...

não tenho mais medo de ser igual a eles, mas antes disso sou quem eu quero ser. bj

Tina disse...

Mas antes disso TENTO ser o que quero ser :x