quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Gestações Indesejadas

A gravidez na adolescência não ocorre só em nossos dias. Nossas avós casavam-se nessa faixa etária e, evidentemente, engravidavam, porém naquela época isso não era um problema, pois essas gestações eram desejadas.
Com o passar do tempo, os costumes foram mudando.Hoje em dia já é bem mais raro ver um casal adolescente se casar, porém o desejo sexual ainda aparece nesse período, o que torna cada dia mais comum ter uma relação "pré-matrimonial".
Uma vez instalada a gestação indesejada, a adolescente só tem quatro soluções possíveis, nenhuma delas satisfatória em todos os sentidos: abortamento, casamento - muitas vezes de conveniência -, ser mãe solteira adolescente ou adopção.
O abortamento provocado nem sequer poderia  ser considerado uma opção. Casamentos por conveniência frequentemente acabam em separação e, quando não, levam a um convívio infeliz. Num meio preconceituso como é o nosso, ser mãe solteira adolescente é uma condição extremamente penosa. Por fim, a adopção pode fazer com que a criança cresça em um abrigo.
A solução, logicamente, não está em reprimir a sexualidade dos adolescentes, mas sim em prepará-los para o seu exercício, instalando programas coerentes e duradouros de educação sexual.

6 comentários:

BRUNA CAMARGO disse...

Minha irmã teve um filhinho com 14 anos.Hoje ela tem 16,estuda,mora conosco e está junto com o pai do meu sobrinho. Por medo dos meus pais e da reação da minha família, ela escondeu até o último mês?COMO?não sei.Quando descobrimos demos os devidos puxões de orelha e todo apoio também.Foi uma grande guerreira, não fez pré-natal e nenhum outro exame, mesmo assim o pequeno nasceu com cem por cento de saúde.O problema foi que ela ficou dois dias na UTI correndo risco de morte. Foi um sufoco, mas deu tudo certo.Meu sobrinho chama-se João Guilherme e é a alegria da casa.Desta situação, apesar das surpresas, decepções e desesperos(quase perdi minha irmã caçula), procuro tirar uma grande lição, tentando entender o por quê com ela?Por que nesse momento?Por que na minha família? Talvez um dia entenda. Mas fica um alerta: MENINAS ADOLESCENTES, CUIDEM-SE, PREVINAM-SE.NÃO É FÁCIL A AMADURESCÊNCIA - TER A RESPONSABILIDADE DE UMA MULHER E AS NECESSIDADES DE UMA ADOLESCENTE. Abraço.

Tina disse...

obg, Bruna, pelo comentário-lição. Infelizmente a história da tua irmã é parecida, ou até mesmo igual a de muitas adolescentes ;x

só uma pergunta: COMO ELA CONSEGUIU ESCONDER? Oo

Lika FRÔ disse...

Guria, ótima reflexão. Você tem um jeito peculiar de se expressar em palavras, parabéns! Conheço também alguns casos parecidos com o da irmã da Bruninha, infelizmente não temos toda capacidade pra entender certos tipos de situações, mas eu não acredito no acaso. Um beijo e um queijo.

Tina disse...

verdade.. nunca entendi a frase: "foi sem querer" ;x
então é assim? um belo dia você acordou e ÓO, EU ESTOU GRÁVIDA! pelo amor, née? ¬¬

sodahdoshdohdsohds'

BRUNA CAMARGO disse...

Também não acredito no ACASO.
Como ela escondeu?dizia que tava doente, tomou até remédio pra verme,kkkk.Verminho com perninhas e braçinhos.Minha mãe era a única que afirmava categoricamente que a era gravidez.O João é lindo, qualquer dia levo ele pra você conhecer.bjo bjo.

Tina disse...

ah! leva meesmo? O.........O

saohsaohsoa'

beeijo