segunda-feira, 25 de julho de 2011

Filme, genialidade e selo.


-Tudo isso é real ou só está acontecendo na minha cabeça? - Perguntou Harry.
-Está, com certeza, acontecendo na tua cabeça. Mas isto não significa que não seja real. - Respondeu, sabiamente, Alvo Dumbledore.
Harry Potter e as Relíquias da Morte - parte 2

Já fazem 10 dias que este filme estreou, mas só neste sábado (23) que eu pude vê-lo. Sei que a saga não agrada a muita gente, que diz não gostar de filmes de magia e tudo o mais. Respeito a opinião, mesmo discordando completamente. Sou pottermaníaca assumida desde os 9 anos de idade, quando vi A Câmara Secreta. Mesmo, até então, não tendo visto o primeiro, me apaixonei por tudo aquilo, e fiquei simplesmente fascinada olhando para aquela tela enorme na minha frente. Eu tenho 18 anos, ou seja, em quase todos os filmes eu tinha a mesma idade do Harry na época do lançamento, o que me fez crescer com ele. Confesso que chorei quando minha carta de Hogwarts não chegou, podem me chamar de boba, eu tinha 12 anos e queria uma prova de que tudo isso realmente existia. Tenho um livro de poções e decorei grande parte delas, embora nenhuma nunca tenha funcionado. Leio os livros e vejo os filmes incansavelmente. Enfim, acho que J. K. criou  não só uma história, mas uma geração. Porque ela é realmente um génio (ou genia, se é que essa palavra existe).

P. S. Estou procurando uma varinha, alguém sabe onde é a nova loja do Olivaras?

Dando continuidade ao post, quero agradecer imensamente aos selos que eu ganhei da , do blog L@DY M@(B&TH. Valeu pelo carinho!



Selos estes que eu indico a: