quinta-feira, 8 de maio de 2014

E, no vai e vem da nossa dança
eu sinto não caber em mim!
Minha felicidade alcança
essa maré sem fim.
Meu peito balança
e o teu sorriso de criança
só faz-me dizer-te sim.

2 comentários:

Pedro Henrique disse...

Que será que diz essa menina?
Que será que diz essa poesia?
Será que seu sorriso bobo explica?
=D

Jéssica Marques disse...

Diz muito do que se quer e não quer dizer :D