quinta-feira, 28 de abril de 2016

Cem rostos


Eu vejo cem rostos. Vejo cem pares de olhos. Cem pares desse misto confuso de inocência e sabedoria. Cem pares de medo, de confusão e de querença. E cem formas diferentes de tentar disfarçar tudo isso. Podem até pensar que não, mas eu vejo. Eu vejo todos os duzentos me olhando de volta. Eu percebo as inquirições não proferidas e me certifico de tentar não interferir no andar de tudo. Muitos não sabem o quão árduo é o trabalho de tentar fazer parecer leve algo tão denso. Crescer é contraditório.

2 comentários:

Pedro Henrique disse...

Ainda sim aceito essa missão, e sigo minha vida crescendo ao contrário! xD

Jéssica Marques disse...

:D crescer um palmo de cada vez e diminuir sempre que precisar