terça-feira, 8 de março de 2011

"É preciso...

...amar as pessoas como se não houvesse amanhã."

Eu nunca tinha lidado com a morte assim tão perto. Nunca tinha perdido alguém tão próximo. Talvez seja por isso que me demorei tanto a perceber que era verdade, a conseguir chorar, sentir e entender que não o veria mais. Que ele não nos pertence mais. Mas eu sei, que se choro é por egoísmo, por ser mimada e te querer aqui quando este não é teu lugar. Já nem sei mas o que fazer ou falar, estou completamente sem reacção. Só sei que morro de saudades a cada dia. E que melhores amigos não deveria ir, mas vão e isso é irreversível. Fica com Deus.

18 comentários:

Lika FRÔ disse...

Se for chorar que seja de saudades, não chores por dor. Que descanse em paz, seu eterno amigo e que fique as lembranças mais felizes que te faça sorrir. Um beijão, pupila :)

Brenda Santos disse...

Bom flor, eu nunca perdi alguém que amo, mais tenho muito medo e sei que vou ficar arrasada e sem forças...
Lute!
Feliz dia da mulher..

beijos
http://tudodmenina.blogspot.com

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

É um momento difícil demais pelo qual todos passaram/passarão. E não se prive de chorar, você não faz isso por egoísmo, mas por saber que essa pessoa fará muita falta. Isso é normal...

Força!

Bruna Camargo disse...

"As pessoas não morrem, ficam ENCANTADAS..."!

Essa frase é de Guimãraes Rosa, ele a disse pela primeira vez com 18 anos na ocasião da morte de um amigo da faculdade, depois de alguns anos, quando ele tomou posse de sua cadeira na academia brasileira de letras ele repetiu a frase e SE ENCANTOU três dias depois.

Essa frase soa como uma brisa fresca na minha alma, espero que soe na sua também. Seu amigo permanece EnCanTadO!

Um beijo linda.

Jéssica Marques disse...

Sim! Na minha também! :D
Sei que ele é ENCANTADO agora

Kauê disse...

pense que agora vc tem um amigo que te olha lá de cima...

José María Souza Costa disse...

Adorei ler a sua cronica. Parabens pela postagem. Extraordinária para uma reflexão.
Parabens, mesmo.
E continue a escrever, sempre

­ disse...

Mesmo que tenhamos uma religiosidade ou espiritualidade que seja afirme a vida depois da morte, o fato do falecimento de um ente querido, com sua ausência física, nos traz muita tristeza. Isto é natural. O que podemos fazer para a pessoa que faleceu e para nós mesmos é buscar compreender as conexões da existência que não se reduzem apenas a este ambiente físico que vivemos. A vida no todo é um processo muito mais amplo.

Levar reconhecimentos e clareza para estas questões ajuda-nos a ver o mesmo fato sobre um ângulo mais amplo e melhor e a purificar nossas crenças e emoções em relação ao falecimento, por exemplo.

Gostaria de compartilhar com você um post de meu blog de alguém que esteve na proximidade da morte, e retornou: http://reqqiem.blogspot.com/2010/11/o-que-podemos-aprender-com-as.html .

A vivência e a sensibilidade de quem teve esta experiência mostra que nós e as pessoas que faleceram/falecerão não se extinguem ou deixam de existir, mas desfrutam de existência consciente em um plano etéreo... :)

Ps: procuro usar o termo falecimento do que o termo morte, porque morte é uma extinção total do nosso ser, enquanto o falecimento é apenas físico.

Um terno abraço

Bruno Angeli (Brunnus Reqqiem) disse...

E esta outra postagem sobre a arte de ver os fatos a nossa volta... sempre podemos encontrar facetas diferentes e tomar atitudes e posturas diferentes através de como enxergamos as coisas interiormente: http://reqqiem.blogspot.com/2010/12/onde-voce-guarda-seus-olhos-postagem-do.html

Outro abraço!

Evelyn Oliveira disse...

é sempre mto difícil lidar com perdas, desejo mta força


Obrigada pela visita linda, volte sempre!

Uma ótima sexta!
; )

Luis Eduardo Veloso Garcia disse...

Quando o assunto é a morte, o Guimarães Rosa tbm me serve como um apaziguador(se é q isso é possivel). Obrigado pela citação dele Bruna, essa frase ecoa na minha cabeça desde a primeira vez q a vi, alias, ela e outra q o Rosa falou nesse discurso de posse na ABL:

"A gente morre é para provar que viveu"

Jéssica Marques disse...

"A gente morre é para provar que viveu"

Gostei :D

Gêsa disse...

Eu não sei pelo que você esta passando, porque ninguém tão próximo a mim, nunca se foi, ao menos não dessa forma. Mas, por mais que isso pareça ruim, acho que a forma de enfrentar é lembrar. lembrar de tudo que foi bom, das risadas, das peculiaridades entre vocês. Porque é isso que nos faz imortais, o quanto deixamos no mundo, as coisas boas, os sentimentos que despertamos.

Jéssica Marques disse...

Gente! Muito obrigada por tudo e todos os comentários de apoio. É por isso que amo demais todos vocês, meu amoores :D

Arcoiris No Horizonte disse...

Amiga acredito desde muito cedo que temos duas unicas companheira fieis: A vida e a morte.
São tão fieis que só nos largam uma para sempre.
Beijos querida
Íris Pereira

Jéssica Marques disse...

"só nos largam uma para sempre"?
Me desculpa, eu não entendi ;x
Mas valeu a intenção

Beijo

Histórias, nossas histórias disse...

Essa música é perfeita! Ela demorou um pouco pra fazer sentido pra mim, talvez pelo fato de eu não exercer o que ela diz. Muito obrigado pelo comentário, você tbm escreve bem demais ;D

Jéssica Marques disse...

que naaada!