terça-feira, 4 de outubro de 2011

Veleidade


Tenho fome
tenho sede
tenho muito
tenho nada

Quero colo
quero cama
quero sexo
quero querer
quero o ter
tenho o querer
tenho o ter
que ninguém mais tem

4 comentários:

Alex kelven disse...

hum??

Cabeça de Abóbora disse...

citando a vida de brian: "nós viemos do nada e vamos para o nada. o que perdemos no final? nada!"
o seu poema retrata exatamente o que eu sinto às vezes...

Lady Macbeth disse...

Ah muito bom o seu post..Adorei...

Parabens e um bom fim de semana pra vc!!

Jéssica Marques disse...

É um misto de sentimentos e delírio, que acabou virando um jogo de palavras! :D