De onde eu venho?


Eu tenho um vazio dentro de mim.Uma imensidão inexplicável. Um sorriso triste de quem grita: "Não sou daqui!".

Só não sei de onde sou.

Eu vivo a felicidade que me permito sentir. Os sorrisos que posso ter.

Mas, quando se aproxima de mim o mal eu o sinto, como uma presença palpável em meu peito: Querem que eu seja má. Querem que eu deseje o mal.

De onde eu venho isso não existe, não é visto como comum, usual. Me dói não poder voltar, não saber como.

Ou talvez, eu volte todos os dias, depois que o sol já está se recolhendo, e por lá fique até pela manhã, no nosso mundo de felicidade.

Comentários

Pedro Henrique disse…
Bonito e triste ao mesmo tempo...
Se quiser posso te mostrar um lugar que eu conheço, tem chá com bolachas e muitos sorrisos, que lhe parece? =)
Jéssica Marques disse…
Parece exatamente o que preciso!

Postagens mais visitadas deste blog

"A bolsa amarela tava vazia à beça.

O que eu quero.