sábado, 7 de agosto de 2010

Corrupção

-Bom dia, está começando agora mais um Jornal da manhã. Estamos aqui hoje com uma figura super especial: o nosso prefeito que veio falar das 20 casas populares que estão sendo feitas lá no município Água da Pedra. Bom dia prefeito, gostaria que o começasse explicando quantas casas estão sendo planejadas para este projecto e qual vai ser o investimento.
-Bom, o projecto inicial visa a construção de 20 casas, e o dinheiro investido será a quantia de R$2mi de reais por mês.
-E o senhor tem ideia de quantas famílias serão beneficiadas  como será feita a distribuição dessas casas?
-A intenção do projecto é encaminhar as famílias que não possuem moradia e que apresentem um perfil carente num mutirão onde elas mesmas construirão suas casas.
-Muito interessante a iniciativa da prefeitura com essas moradias populares, um projecto modelo.
Neste momento a linha aberta para ligações do público toca, é um homem que estava almoçando e ouvindo a rádio.
-Ola, temos um ouvinte na escuta, qual tua pergunta?
-Bom dia senhor prefeito, sou morador aqui da cidade e fiquei sabendo dessa notícia das 20 casas populares que irão sair, e gostaria de saber se esses R$2mi vão só para a construção das casas ou para a compra do carro de vocês?
-Eu não estou entendendo este tom ofensivo que o senhor está usando para uma acção que só tende a beneficiar pessoas como você.
-Mas com R$2mi? Sendo que não vai ter gasto com mão de obra já que quem vai construir são os próprios moradores? Esta história está muito mal contada.
Alterado, o prefeito responde:
-Eu que não estou entendendo! Uma iniciativa destas visando os teus benefícios e ainda somos obrigados a aturar tamanha ingratidão e ofensa?
-E o povo que vai construir? Não vai ganhar dinheiro nenhum nisso?Vai trabalhar que nem escravo para quando terminar a casa não ter emprego para banca-la, é isso?
Após uma longa pausa, devido ao constrangimento, o prefeito responde:
-O senhor não está entendendo que o material de construção custa caro, obtê-lo não é fácil como parece.
-Mas R$2mi em 20 casas? Estão subestimando nossa inteligência! 20 casas! 20 casas é um vergonha para o tamanho da população necessitada!
E nisso o homem desliga o telefone violentamente. Nervosa, a apresentadora tenta disfarçar o clima tenso que ficou após a ligação, e chama correndo os comerciais, continuando uma conversa em off com o prefeito:
-Desculpa a baixaria, é por causa desses pobres ingratos que nossa cidade não evolui, uma pena isso.
Em casa, o casal continua a discussão:
-Mas R$2mi é muito dinheiro!
-Então, um trabalho desse não gastaria nenhum décimo disso, é muita sacanagem. Quer saber de uma coisa: eu vou acabar com essa falcatrua.
-Mas como?

Nenhum comentário: