segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Resenha: Ressurreição poética - Danilo Fernando de Oliveira

Título: Ressurreição poética
Autor: Danilo Fernando de Oliveira
Páginas: 104
Sinopse: Não há uma ordem cronológica, neste livro, com relação aos poemas que nele se apresentam, também não há uma ordem específica ou preordenada que os possa definir como um ciclo, ou queira apontar uma continuidade entre um e outro, mesmo estando ligados entre si, ainda que indiretamente. O "poeta" apresenta em seus poemas a mais pura manifestação da poesia, ainda com a não observação de moldes ou formas, trata de assuntos pessoais que se expandem a questionar os leitores. Percebe-se a profunda observação e reflexão do autor, às vezes triste e ao mesmo tempo feliz e cheio de esperanças. O amor e os amores estão sempre presentes, palavras são ditas diretamente a uma pessoa desconhecida que já foi conhecida pelo poeta várias vezes; a pessoa que se ama é conhecida e desconhecida. Não há muito o que se dizer através de palavras sobre essa reunião de palavras escritas por um menino dos séculos XX e XXI, um menino que se atrapalha com as palavras, mas através delas tenta dizer a que e porque veio.

"Os poetas morrem cedo, morrem de amor e de medo"

Todos temos amores pela vida. Amamos ainda que não assumamos tal. Amores infantis, adolescentes, amores amadurecidos ou não. Todos amam, mas poucos como os poetas.

O livro trás a reunião de diversos escritos de um jovem poeta, seus amores, confusões e desejos, os quais, carregados de sentimentos, contam a sua história.

Não há o que dizer, basta ler e sentir.

2 comentários:

Pedro Henrique disse...

Acho que preciso de um exemplar emprestado pra ler e sentir o que Danilo quis nos dizer! Haha C=

PedrodeAmolar

Jéssica Marques disse...

Acho que isso é uma indireta!