quarta-feira, 27 de março de 2013

Eu trabalhava.

http://www.mundosimples.com.br/educacao-dicas-9-regras-para-crianca-timida.htm
E ela me olhava. Veio se achegando e eu, propositalmente, não disse nada para ver o que ia fazer. Vi que seu olhar se voltou, rapidamente, para o chocolate sobre a minha mesa. O abri, reparti ao meio e perguntei:

- Você quer, Raysa?
- Quero! - respondeu, com um sorriso.
- KI - TE - KA - TE. - Leu, no chocolate. - Kite-Kate?
- É Kit-Kat!
- Nunca tinha visto esse chocolate.
- Pega o papel dele ali para eu te mostrar uma coisa.

Ela pegou de dentro do lixo e me entregou. Desamassei e apontei onde ela deveria ler.

- FA - BRI - CA - DO - NA - RÚS - SI... Ah! Muito difícil!
- Mas agora só  faltava uma letra para você terminar!
- Tá. FA -BRI - CA - DO - NA - RÚS - SI - A - Terminando, me olhou interrogativamente.
- É feito na Rússia. - expliquei.
- Fabricado. Na fábrica?
- Sim.
- Mas existe fábrica? - Ela me perguntou, com um sorriso tão grande que mal lhe cabia no rosto.
- De chocolate? Claro que existe!
- Fábrica com rio de chocolate? - E agora seu rosto trazia tanta expectativa pelo meu sim, que não pude negá-lo.
- A maioria, na verdade, é bem sem graça - e procurei uma foto na internet para lhe mostrar: máquinas e pessoas de branco embalando chocolate. - mas, a do Willy Wonka é diferente.
- A dele tem rio e anõezinhos dançando! Eu vou lá ver, quando eu achar o papel.
- Vai me levar?

Ela riu gostosamente, como se eu fosse a pessoa mais boba do mundo. Deu mais uma mordida no chocolate. Olhou para os lados, pensou um pouco e disse:

- O que tem na pasta de dente?

3 comentários:

Pedro Henrique disse...

Haha!

Você me traz uma coisa legal de lá? *-*
Como é bom nunca deixar de ser criança! =D

Pedrodeamolar.blogspot.com.br

Jéssica Marques disse...

E poder conversar com outra criança!

Pedro Henrique disse...

Exatamente! \0/

=D