sexta-feira, 17 de maio de 2013

All the days are life, and all the stars are light.

E todos os dias são bonitos, é só saber para onde olhar.

Percebi isso há pouco tempo quando, pela manhã, olhei pela janela do meu quarto e vi o Sol, vi a chuva, a neblina acinzentada, vi cada dia com seu mistério e beleza. Vi cada detalhe importando tanto quanto o que eu julgava ser importante. Enxerguei o mundo maior e quanto mais eu olho mais diminuo. Não quero mais me permitir viver dias ruins, nem ficar me lembrando do que não fiz. Talvez eu ainda mude de ideia, mudo tanto e o tempo todo, mas por ora está bom!

6 comentários:

DANILO + disse...

A mais bela obra de arte delimitada por uma moldura, a não se confundir com um pedaço de parede pintado pode ser admirada, ou simplesmente ignorada, dependendo de quem a olhe e de como olhe. Assim, também, acredito que todos os dias podem ser belos, conforme a maneira que ele é encarado. Há tanta beleza na tristeza quanto na alegria, na lágrima quanto no riso. Nem todos os dias são iguais, mais todos os dias não mais que dias compostos pelo intervalo entre um amanhecer e outro. Dessa forma é válido e possível que todos sejam os melhores possíveis. Não é simplesmente o quadro que faz a diferença, mas a maneira como se olha para ele. A sensibilidade que coloca na análise, a liberdade que dá às percepções sensoriais e à imaginação. Pode-se não enxergar nada, ou ver o universo se abrindo na imagem. kkk, empolguei, mas o texto leva a isso, por mais que seja pura redundância.

DANILO + disse...

Reduntante tudo o que eu disse e não o texto, ficou meio confusa a maneira com que me expressei e tem um "mais" ali que na verdade é "mas".

Jéssica Marques disse...

kkk não se preocupe, não fico procurando erros de português no que leio, nem reparei no teu mais!

(:

Pedro Henrique disse...

A foto e o texto me fazem pensar em uma só frase:

"Fleur está de boa na lagoa", Haha!

Sem mais para o momento... XD

PedrodeAmolar

Flávia disse...

Adorei esse post, nesse pequeno texto você expressou uma verdade que todos deveríamos saber há muito tempo: o mundo, o universo é enorme, e nós somos o equivalente a poeira cósmica, somos pequenos comparados a tudo que há, mas isso não quer dizer que não temos importância nessa vida. Por isso devemos apreciá-lá em seus detalhes, e talvez esse seja o caminho mais rápido para a felicidade.

Thoughts-little-princess.blogspot.com

Jéssica Marques disse...

Apreciar os detalhes tem me trazido a felicidade dos momentos :D