sábado, 28 de maio de 2011

"Ando...

...com uma vontade tão grande de receber todos os afectos, todos os carinhos, todas as atenções. Quero colo, quero beijo, quero cafuné, abraço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros, quero parar de me doar e começar a receber. Sabe, eu acho que não sei fechar ciclos, colocar pontos finais. Comigo são sempre vírgulas, aspas, reticências. Eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando, eu vou… e continuo indo, assim, desse jeito, sem virar páginas, sem colocar pontos. E vou dando muito de mim, e aceitando o pouquinho que os outros tem para me dar." 


Caio Fernando Abreu

7 comentários:

Pedro Laperuta disse...

Pontos finais são chatos e pequenos, uma vírgula é sempre mais interessante. Porém ninguem pode oferecer de um copo que está vazio, se não recebemos em parte alguma, não temos como doar!

Jéssica Marques disse...

"se não recebemos em parte alguma, não temos como doar!"

gostei disso :D

Tempestade disse...

não se contente com o pouco, queira tudo o que você merece.

=D

bjos

Nina

•Ø£hö§ ðë Gµë¡xå • disse...

Jéssica queira muitoo pq vc merece TUDO!! Bjos ótimo dia!!

Jéssica Marques disse...

penso que quem sempre quer muito, às vezes não consegue nada :D
e é no querer pouco que sempre se terá o essencial

Iris Pereira disse...

Passeio gostoso esse meu pelo seu blog. Aprendi que para tudo tem medida e principalmente para as vontades e desejos.
Vou citar-lhe um um dizer budista: Encha um copo com água e terra suja, deixe assentar a sujeira e vá retirando a água limpa...é está nossa missão aqui na terra e não querer mais, mais e mais. Não tenho religião
definida, mas caminho na católica.
Um forte abraço
Íris Pereira

Jéssica Marques disse...

Bem, eu sou católica, mas acho que o que vale é fazer o bem, e mais nada. Muito obrigada pela viisita